quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Eu tenho vontade de vencer!


Olá, amigos e leitores do meu blog. Desculpem-me pela ausência nesses dias, mas o Ondas do Pensamento sempre existirá enquanto gotas de ideias forem derramadas no oceano. Quem tira um tempinho para ler aqui sabe do que venho passando atualmente. Tirar algum tempo de férias do cotidiano e procurar ocupar a mente com outros pensamentos é uma ótima terapia para poder superar situações difíceis.

Situações de luto fazem você pensar profundamente na vida e na morte. Faz você dar valor à vida e entender que a morte é um processo natural, embora, muitas vezes, inaceitável. A morte é a única certeza de que temos nessa vida. Não sabemos se vamos ficar ricos, pobres, casar, ter filhos, mas sabemos com certeza que iremos morrer. E a vida é um processo frágil. Estamos sujeitos a várias doenças, à maldade das pessoas, a situações inesperadas. A única maneira de ser forte é viver e amar quem está do seu lado. É a maneira que temos para superar.

Já passei por diversas situações em minha vida que contribuíram muito para o meu amadurecimento. Não estou aqui para falar que sou o único que passou por isso, pois sei que cada um tem a sua cruz aqui na Terra. Quero só falar do que contribuiu para o meu amadurecimento. Situações como traição em relacionamentos e amizades me fizeram amadurecer na maneira como me relacionar com as pessoas e nem sempre acreditar 100% no que dizem. Situações como luto me fazem refletir sobre a vida e a morte e também o valor que devemos dar às pessoas que se importam conosco todos os dias.

Embora muita coisa ruim aconteça em nossas vidas, cada uma em situação diferente e com intensidade diferente (a intensidade depende de cada um, por isso, jamais podemos desprezar a dor do outro, mesmo que achemos insignificante o fato), a vontade de vencer deve sempre superar. Devemos nos permitir sair, conhecer lugares, pessoas, sorrir, escutar a música favorita, viver novas situações. Tenho certeza de quem já se foi gostaria de nos ver felizes e tocando a vida. E quem já nos traiu não merece nossas lágrimas porque não souberam nos dar valor.

Às vezes me pego sentindo muita saudade. Poderia perguntar tantas coisas que deixei de perguntar simplesmente porque não os procurei, porque não tive tempo ou porque ainda não tinham acontecido. No entanto, o mundo se renova. Não existirão pessoas iguais aos que já se foram, mas posso contar com que as que ainda habitam este lugar. E é assim que eu devo prosseguir. Há coisas para conquistar e mudar. E é assim que eu devo sonhar.

Por fim, coloco a oração que Deus nos ensinou:

Pai nosso que estais no Céu
Santificado seja o Vosso nome
Venha a nós o Vosso reino
Seja feita a Vossa vontade
Assim na Terra como no Céu

O pão nosso de cada dia nos dai hoje
Perdoai as nossas ofensas
Assim como nós perdoamos a quem nos tenha ofendido
E não nos deixei cair em tentação
Mas livrai-nos de todo mal
Amém!

Um comentário:

thanathos disse...

Adorei a foto...
é profetico